Cripta Imperial de Viena

A Cripta Imperial (Kaisergruft) é o lugar em que descansam os restos da realeza austríaca. Há mais de 150 sarcófagos - o mais visitado é o do imperador Francisco José.

Na Cripta dos Capuchinos (ou Cripta Imperial) são guardadas as sepulturas dos membros da nobreza desde 1633, entre elas as de 12 imperadores e 18 imperatrizes.

Entre os quase 150 sarcófagos da cripta, alguns dos mais destacados são o de Maria Teresa ou os de Francisco José I, da Imperatriz Sisi e do príncipe herdeiro Rodolfo.

A Igreja dos Capuchinos

A Igreja dos Capuchinos (Kapuzinerkirche) foi construída entre os anos 1622 e 1632 em um estilo barroco. Trata-se de uma pequena igreja muito simples e agradável. Em seu interior surpreende a escassa decoração, formada apenas por vários quadros pendurados em suas paredes.

Uma visita surpreendente

Os féretros da Cripta dos Capuchinos são verdadeiras obras de arte que mostram o poder dos personagens que descansam em seu interior. É especialmente surpreendente ver o grande número de minúsculos féretros onde descansam as crianças que sofreram mortes prematuras. 

Horário

Todos os dias, das 10:00 às 18:00 horas.
Quintas, das 09:00 às 18:00 horas.
Fecha nos dias 1 e 2 de novembro.

Preço

Adultos: 7,50 (US$8,90).
Estudantes e maiores de 65 anos: 6,50 (US$7,70).
Crianças menores de 19 anos: 4,50 (US$5,30).

Acesso gratuito com Vienna Pass.

Transporte

Metrô: Stephansplatz, linhas U1 e U3.
Ônibus: Plankengasse, linha 3A.