Biblioteca Nacional Austríaca

Biblioteca Nacional Austríaca

Construída no século XVIII sob o mandato do Imperador Carlos VI, a Biblioteca Nacional Austríaca é uma das bibliotecas histórica mais bonitas do mundo.

A Biblioteca Nacional Austríaca é uma das bibliotecas históricas mais bonitas do mundo. O imperador Carlos VI ordenou a construção dessa joia arquitetônica do barroco no século XVIII, para usá-la como biblioteca da corte. 

A Sala Imperial

A sala principal da Biblioteca Nacional Austríaca é a Sala Imperial (Prunksaal), uma estância imponente com uma longitude de mais de 70 metros.

Ali, em um ambiente idílico, rodeados de estátuas de mármore, pintutas e frescos no teto, estão as estantes de madeira de castanho nas quais se conservam mais de 200.000 livros impressos entre os anos 1500 e 1850.

Entre tantos livros, está a coleção de 15.000 volumes do Príncipe Eugenio de Saboya, além de diversos livros procedentes de bibliotecas monásticas que foram fechadas durante as reformas religiosas de José II. 

Uma grande coleção

A Biblioteca Nacional Austríaca tem mais de oito milhões de livros e outros objetos que são expostos na biblioteca, no Museu do Papiro e no Museu do Globo Terrestre, coleções que fazem dela uma das bibliotecas mais importantes do mundo.

Uma biblioteca que surpreende

A Biblioteca Nacional Austríaca é, mais que uma biblioteca, um museu decorado com bom gosto. Está no centro da cidade e não é necessário muito tempo para fazer a visita, um motivo a mais para não deixar passar a oportunidade de conhecer uma das bibliotecas mais bonitas do mundo.

Horário

Todos os dias, das 09:00 às 21:00 horas.

Preço

Adultos: 7€.
Crianças e jovens até 19 anos: entrada gratuita.
Estudantes e Vienna Card: 4,50€.
Acesso gratuito com Vienna Pass.

Transporte

Metrô: Herrengasse, linha U3; Stephansplatz, linhas U1 e U3.
Ônibus: Albertinaplatz, linha 3A.